ELITE PRÉ-VESTIBULAR e COLÉGIO CAMPINAS – Unicamp inicia 2ª fase do vestibular 2021 com provas de redação, português e inglês

Unicamp inicia 2ª fase do vestibular 2021 com provas de redação, português e inglês

Atualizada: 08 de Fevereiro/2021

Fonte: G1

Universidade estadual convocou 15,4 mil candidatos e provas serão realizadas nesta segunda e terça-feira, em 22 cidades. Instituição oferece 3.237 vagas em 69 cursos; veja calendário.

A Unicamp inicia a 2ª fase do vestibular 2021, na tarde desta segunda-feira (8), com aplicações das provas de redação, português e questões interdisciplinares em inglês para os 15.470 candidatos convocados. Os portões abrem às 12h, fecham às 13h e o exame tem duração de cinco horas.

Nesta edição, a universidade estadual oferece 3.237 vagas em 69 cursos de graduação. A avaliação é comum para todos os estudantes chamados e tem a seguinte estrutura:

  • redação (composta por duas propostas de textos para que o candidato escolha uma);
  • língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa, com 8 questões dissertativas;
  • interdisciplinares em língua inglesa, com 2 questões dissertativas;
  • cada pergunta tem dois itens, sendo que cada um vale 2 pontos

O diretor da comissão organizadora (Comvest), José Alves de Freitas Neto, diz que os candidatos devem esperar por conteúdos com as mesmas características propostas em anos anteriores.

"São questões abertas, questões em que os candidatos devem explorar bastante os enunciados e fazer as associações corretas a partir dos seus conhecimentos e das suas experiências escolares. Tal como na 1ª fase, nós temos uma prova que foi pensada a partir da realidade educacional deste ano que passou e, nesse sentido, questões que sejam de conteúdos mais básicos e difundidos no ensino médio. Ao mesmo tempo, por ser uma prova de 2ª fase e com questões abertas, isso significa que há uma exigência um pouco maior que aquela encontrada na 1ª fase", destaca.

Sobre a prova de redação, especificamente, Freitas Neto faz um alerta aos estudantes convocados.

"São duas propostas de texto e ele tem que escolher apenas uma. É uma prova muito importante pois ela representa 20% do total da nota dos candidatos", ressalta o diretor.

Logística e cuidados contra Covid-19

A avaliação ocorre em 17 cidades de São Paulo e mais cinco capitais de outros estados. A relação de endereços será publicada no site institucional e a Unicamp informou que usará 715 salas nesta etapa, para evitar riscos de transmissão da Covid-19, número que representa alta de 138% no comparativo com as 300 estruturas usadas na edição anterior do processo seletivo.

O esquema de prevenção contra a doença inclui ainda a distribuição de 1 mil litros de álcool em gel durante a aplicação das provas, além do fornecimento de 3,5 mil máscaras para colaboradores, em cada dia. O espaçamento entre cada participante será de 1,5 metro, dentro e fora das salas.

"Os candidatos devem estar um pouco mais seguros para fazer a 2ª fase, considerando os protocolos já adotados e que foram bastante eficazes na 1ª. A nossa expectativa é de que os candidatos mantenham os protocolos, respeitem a questão do distanciamento, usem máscara, álcool em gel e evitem aglomerações", explica o diretor ao mencionar que a média será de 20 candidatos por sala.

São Paulo

  • Bauru, Campinas, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

Outros estados

  • Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Fortaleza (CE) e Salvador (BA).

Segundo a Comvest, somente Campinas e São Paulo têm, cada uma, mais de 1 mil convocados. Com isso, estudantes que fizeram as provas da 1ª fase em municípios mais próximos foram remanejados.

Cidades do vestibular 2021 da Unicamp

O que levar para a prova?

  • Álcool em gel e máscaras extras, em caso de necessidade de troca no decorrer da prova
  • Documento de identidade original indicado na inscrição;
  • Caneta preta em material transparente, lápis preto e borracha;
  • Régua transparente e compasso;
  • Água, sucos, doces;
  • Uso de bermudas e vestimentas leves
  • "Os candidatos poderão tomar água/sucos na sala e se alimentar, abaixando a máscara por um curto período de tempo e mantida a distância", destaca nota da Comvest.

O que NÃO pode levar?

  • Aparelhos celulares (devem ser desligados imediatamente ao entrar na sala e colocar em embalagem; ele pode ser retirado após o candidato deixar o prédio);
  • Equipamentos eletrônicos, relógios digitais, corretivo líquido, lapiseira, caneta marca texto, bandana/lenço, boné, chapéu, ou outros materiais estranhos à prova;
  • O candidato pode usar relógio para controlar o tempo, mas ele deve ficar no chão.

2º dia de provas

A avaliação também dura cinco horas. Ela tem a seguinte composição de perguntas dissertativas:

provas comuns a todos os candidatos:

  • matemática, com 6 questões;
  • interdisciplinar de ciências humanas, com 2 questões;
  • interdisciplinar de ciências da natureza, com 2 questões;

provas de conhecimentos específicos, conforme a opção de curso:

  • área de ciências biológicas/saúde: 6 de biologia e 6 de química;
  • área de ciências exatas/tecnológicas: 6 de física e 6 de química;
  • área de ciências humanas/artes: 6 de geografia e 6 de história, incluindo filosofia e sociologia;

A divulgação da primeira chamada de candidatos aprovados está marcada para 10 de março.

Início adiado

Em 21 de janeiro, a Unicamp decidiu adiar em um dia a data de início das provas da 2ª fase do vestibular. A mudança, diz a Comvest, ocorreu após ser considerada a hipótese de candidatos também inscritos na modalidade digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para o dia 7, e para evitar possíveis aglomerações decorrentes da maior circulação de estudantes.

1ª fase

A Unicamp encerrou a 1ª fase do vestibular 2021 no dia 7 de janeiro com aumento de 66,6% na abstenção, no comparativo com o processo seletivo do ano anterior.

No primeiro dia foram avaliados 28,7 mil candidatos que disputam vagas em cursos das áreas de ciências exatas/tecnológicas e ciências humanas/artes, enquanto que no segundo dia as avaliações ocorreram para 38,1 mil que buscam oportunidades nas áreas de ciências biológicas e da saúde.

O total de inscritos foi de 77,6 mil, incluindo recorde de estudantes oriundos da rede pública.

Cursos mais disputados

Neste ano, os dez cursos mais procurados pelos candidatos são: medicina, arquitetura e urbanismo; ciências biológicas; comunicação social-midialogia; ciência da computação; engenharia da computação; farmácia; história; ciências econômicas e enfermagem.

O total de vagas nesta edição inclui as 639 oportunidades que estavam previstas inicialmente no edital Enem-Unicamp, que deixou de ser oferecido para ingresso no próximo ano por causa do "calendário incompatível" com o cronograma definido pelo Ministério da Educação (MEC).

Calendário Vestibular Unicamp 2021

  • 2ª fase: 8 e 9 de fevereiro
  • Provas de habilidades específicas (exceto música): 11 e 12 de fevereiro
  • Divulgação da primeira chamada: 10 de março
  • Comissão de averiguação virtual dos convocados cotas étnico-raciais da primeira chamada/Solicitação e divulgação do resultado de recurso dos convocados em primeira chamada de cotas étnico-raciais: 11 de março
  • Matrícula presencial da primeira chamada, nas unidades de ensino: 15 de março
  • Início das aulas: 15 de março

Fonte: G1

siga o elite

  • Horários de atendimento:

  • Segunda a Sexta: 8h às 21h
  • Sábados: 8h às 15h
  • FALE CONOSCO

Rua Luís Otávio, 2535, Mansões Santo Antônio - Campinas - SP