ELITE PRÉ-VESTIBULAR CAMPINAS - o cursinho ideal para quem vai enfrentar vestibulares de elevada concorrência: FUVEST, UNICAMP, UNESP, UNIFESP, UFSCar, ITA, ENEM...

O INÍCIO DE UMA CARREIRA DE SUCESSO

Turma Noturno 2013
  • ELITE:

    Em que local você estudou antes de fazer o ELITE?

  • Vitor:

    Cotuca.

  • ELITE:

    Quais vestibulares você prestou? Para qual carreira?

  • Vitor:

    UNICAMP, FUVEST, UNESP e ENEM. Todos para Engenharia Elétrica.

  • ELITE:

    Em quais vestibulares você foi aprovado? Qual posição?

  • Vitor:

    UNICAMP (17º lugar), FUVEST (19º lugar), UNESP (85º lugar) e UNIFEI (19º lugar).

  • ELITE:

    Você está satisfeito com o seu resultado no Vestibular? Por quê?

  • Vitor:

    Com certeza, pois consegui ser aprovado no curso e nas faculdades que tanto almejei durante o cursinho.

  • ELITE:

    Explique como era seu método de estudo. Quantas horas você estudava por dia ou por semana?

  • Vitor:

    Então, tive que fazer estágio até o final de setembro para completar meu curso técnico. Durante esse período, não tinha muito tempo para estudo, cerca de 1h30min-2h por dia. Basicamente fazia apenas os exercícios “em negrito” e das matérias em que encontrava mais dificuldade. A partir de outubro, foquei realmente no vestibular, estudando cerca de 6h por dia. Em matérias como História, Geografia e Biologia, fazia resumos do conteúdo. Já em Física, Matemática e Química, muitos exercícios. As apostilas de revisão foram, sem dúvida, as de que eu pude fazer grande parte das questões e com certeza ajudaram a me preparar para cada tipo específico de prova.

  • ELITE:

    Você fazia todos os simulados? Como era seu desempenho nos simulados?

  • Vitor:

    Sim. Meu desempenho variava bastante dependendo do tipo da prova, mas, na maioria das vezes, ficava um pouco acima ou muito próximo da média geral dos alunos.

  • ELITE:

    Descreva como você enxerga hoje os simulados no ELITE.

  • Vitor:

    Foram extremamente essenciais pra um bom desempenho nas provas. Com certeza eram mais difíceis que os vestibulares, mas acredito que dessa forma incentivavam o aluno a se preparar mais, ou seja, aprofundando determinado assunto. Além disso, o ritmo de prova criado foi muito importante para que não tivesse problemas com o tempo e fizesse uma prova mais tranquilo.

  • ELITE:

    Quais foram as principais dificuldades que você enfrentou nos estudos? E na sua preparação de uma forma geral?

  • Vitor:

    Acredito que as principais dificuldades enfrentadas foram o tempo, o cansaço, a pressão e até certo medo de fracassar.

  • ELITE:

    Qual foi a sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados?

  • Vitor:

    Indescritível, mas principalmente de felicidade e alívio.

  • ELITE:

    Em sua opinião, quais foram as principais contribuições do ELITE para a sua aprovação? Turmas direcionadas e reduzidas representam algo positivo?

  • Vitor:

    Realmente não sei dizer quais foram as principais contribuições. Acho que desde as aulas, os professores, o material, as orientações de estudo, os simulados, todos colaboraram para este resultado. Bom, no caso do Noturno, tínhamos pessoas que estavam prestando para cursos de áreas totalmente diferentes, e também a turma contava com um número até grande de alunos em relação às outras salas, mas não acredito que isso possa ter prejudicado. Aliás, já conhecia a maioria dos alunos do Cotuca e também pude fazer outras amizades. O ambiente na sala foi muito bom durante todo o cursinho.

  • ELITE:

    Qual sua opinião sobre as aulas aprofundadas e os professores do ELITE de uma forma geral?

  • Vitor:

    Sobre as aulas aprofundadas, confesso que no começo considerava um problema, pois não tinha nenhuma base sobre determinadas matérias e encontrei dificuldades. Além disso, achava que só deveria saber o suficiente para passar no vestibular, sem necessidade de aprofundar tanto. Com o passar do curso e após os resultados positivos, não posso negar que elas são um grande diferencial. A respeito dos professores, não tenho nenhuma queixa. Todos mostravam dominar o conteúdo que ensinavam, nos motivavam e acreditavam na gente e creio que me ajudaram a ver de outras formas determinadas situações da vida.

  • ELITE:

    Em sua opinião, quais foram seus maiores erros e os seus maiores acertos em relação aos estudos no ano passado?

  • Vitor:

    Acho que o meu maior erro foi pensar, muitas vezes, que ser aprovado no vestibular exigia um esforço acima do meu limite, ou seja, a falta de autoconfiança. Acho que o maior acerto foi não desistir e tentar manter uma rotina de estudo, que não era de grande carga horária, mas o pouco estudo em cada dia tornou-se grande até o final do ano.

  • ELITE:

    Deixe seu recado, sugestão ou conselho para os futuros alunos do ELITE.

  • Vitor:

    Acreditem no potencial de vocês. Batalhem, dediquem-se, e a aprovação será apenas uma consequência do seu esforço. O sentimento de ser aprovado no vestibular compensa todas as horas que vocês “perderam” estudando.

siga o elite

  • Horários de atendimento:

  • (19) 3251 1012
  • Segunda a Sexta: 8h às 21h
  • Sábados: 8h às 15h

Rua Luís Otávio, 2535, Mansões Santo Antônio - Campinas - SP