ELITE PRÉ-VESTIBULAR CAMPINAS - o cursinho ideal para quem vai enfrentar vestibulares de elevada concorrência: FUVEST, UNICAMP, UNESP, UNIFESP, UFSCar, ITA, ENEM...

O INÍCIO DE UMA CARREIRA DE SUCESSO

Turma Medicina 2008

"O ELITE fornece uma ótima estrutura em seus plantões, com vários plantonistas capacitados em esclarecer todas as dúvidas... No começo era um pouco cansativo ficar todo sábado para fazer os simulados, mas com o tempo a gente se acostuma e faz numa boa. Foi com eles que consegui treinar um bom ritmo de prova, o que em minha opinião, foi decisivo para o bom resultado nos vestibulares."

  • ELITE:

    Quais vestibulares você prestou e em quais foi aprovado?

  • César:

    Em todos os vestibulares, prestei para MEDICINA. Fui aprovado na UNICAMP, FUVEST, UFSCAR, UNIFESP - 6º Lugar, UFGD, PUCCAMP e PUC-SP.

  • ELITE:

    O que você achou do seu resultado no Vestibular? Você está satisfeito ?

  • César:

    Fiquei muito satisfeito com meus resultados. Fui aprovado em quase todas que prestei e inclusive no qual eu mais me preparei, que o da UNICAMP.

  • ELITE:

    Como era seu método de estudo? Quantas horas você estudava por dia ou por semana?

  • César:

    Dependia da matéria: no meu caso, optei por dedicar mais horas de estudo para as matérias que mais tinha dificuldade: História e Geografia. Para essas disciplinas dedicava o dobro do tempo que para as disciplinas de Exatas, nas quais tinha maior facilidade. Eu estudava umas 5 ou 6 horas por dia, fora as aulas, inclusive de final de semana, quando aproveitava para tirar o atraso dos assuntos que ficaram sem serem vistos e ler os livros de leitura obrigatória da FUVEST e UNICAMP.

  • ELITE:

    Em quais matérias você teve que batalhar mais?

  • César:

    História e Geografia, que apesar de gostar, tinha muita dificuldade em guardar todas as informações durante o ano todo. Durante a revisão, essas disciplinas também foram as que eu mais revisei.

  • ELITE:

    Você fazia todos os simulados? Como era seu desempenho nos simulados?

  • César:

    Fiz praticamente todos os simulados. Faltei no máximo em 1 ou 2. Dependendo do modelo do simulado, eu me saia muito bem, principalmente nas provas dissertativas. Provas objetivas, como a primeira fase da FUVEST, nunca foram o meu forte.

  • ELITE:

    Você usava o plantão de dúvidas? Comente.

  • César:

    Como sou de outra cidade e não optei por morar nas proximidades do cursinho, não ficava muito em plantões. Algumas tardes eu me planejava para ficar e tirar algumas dúvidas, mas confesso que foram poucas. Disso eu me arrependo um pouco. Acho que o ELITE fornece uma ótima estrutura em seus plantões, com vários plantonistas capacitados em esclarecer todas as dúvidas, mas acabei por não usar esse benefício.

  • ELITE:

    Quais foram as principais dificuldades que você enfrentou nos estudos?

  • César:

    Apesar da minha facilidade com Exatas, tive que batalhar muito em Matemática, uma vez que os simulados eram bem complexos e apresentavam um grau de dificuldade muito elevado. Em História e Geografia, consegui levar muito bem, por ter me dedicado mais tempo estudando tais disciplinas.

  • ELITE:

    Qual foi a sensação ao ver seu nome na lista dos aprovados?

  • César:

    Até hoje não acredito que consegui tais aprovações. A UNICAMP, a que eu mais queria, foi a última a liberar o resultado. A tensão estava muito alta, e quando saiu, a satisfação foi enorme. Uma sensação de dever cumprido.

  • ELITE:

    Na sua opinião, quais foram as principais contribuições do Elite para a sua aprovação?

  • César:

    Acredito que as maiores contribuições do Elite foram os simulados todas as semanas. No começo era um pouco cansativo ficar todo sábado para fazer, mas com o tempo a gente se acostuma e faz numa boa. Foi com eles que consegui treinar um bom ritmo de prova, o que em minha opinião, foi decisivo para o bom resultado nos vestibulares.

  • ELITE:

    Na sua opinião, quais foram seus maiores erros e os seus maiores acertos em relação aos estudos no ano passado?

  • César:

    Acho que deveria ter me dedicado mais em Português. Durante todo o ano eu tinha aquela sensação de que essa disciplina era a mais fácil e por isso não treinei muitos exercícios. Agora que saíram os desempenhos, vi que meus resultados nessa disciplina foram os piores dentre todas as outras. Meu maior acerto foi ter feito praticamente todos os simulados. Isso me deixou mais seguro para enfrentar as provas no final do ano.

  • ELITE:

    Qual a dica ou recomendação de estudo que você daria para o pessoal que está fazendo cursinho esse ano?

  • César:

    Façam todos os simulados. Sei que vai ser cansativo, mas é necessário abrir mão de festas e churrascos com amigos durante o final de semana. Deixa para curtir depois que você conseguir entrar na faculdade. Vale a pena abrir mão disso hoje, para conseguir alcançar a vaga tão desejada dentro de uma ótima Universidade.

siga o elite

  • Horários de atendimento:

  • (19) 3251 1012
  • Segunda a Sexta: 8h às 21h
  • Sábados: 8h às 15h

Rua Luís Otávio, 2535, Mansões Santo Antônio - Campinas - SP